Banner 468 x 60px

 

17 de abril de 2014

III Semana Acadêmica de Arqueologia da UNIR

0 comentários

A Semana Acadêmica de Arqueologia na Universidade Federal de Rondônia é um evento que vem ocorrendo desde 2011, realizado em grande parte com a ajuda dos discentes, preocupados em promover discussões na área específica de arqueologia amazônica, com o objetivo de proporcionar o avanço das ciências humanas, em especial a arqueologia pré-histórica.

A proposta do Evento “III Semana Acadêmica de Arqueologia: Arqueologia na Amazônia: variabilidade cultural e enfoques metodológicos” surge da necessidade atual de discutirmos academicamente a utilização diversificada de métodos e técnicas empregados na Arqueologia Amazônica, tendo em vista a variabilidade cultural que envolve o aspecto contextual dos vestígios e que configuram as sociedades pretéritas. Nesse sentido, a Arqueologia em Rondônia tem se demonstrado essencial para o entendimento dos assentamentos das populações pretéritas na Amazônia com indícios de ocupações antigas, que datam do início do Holoceno e incluem o que parecem ser os sítios mais antigos de terras pretas em toda a Amazônia, apontando ainda para uma longa sequência ininterrupta de ocupação (MILLER 1992).

Esta região apesar de ser arqueologicamente pouco conhecida, apresenta indícios de ocupações antigas, que datam do início do Holoceno, por volta de 9.000 anos antes do presente. É ainda essa região o hipotético centro de domesticação inicial de plantas economicamente importantes na Amazônia, como a mandioca (Manihot esculenta) e a pupunha (Bactris gasipaes). Essa pode ser também o centro inicial de dispersão de povos falantes de línguas do tronco Tupi, processo iniciado há mais de 2.000 anos AP, como sugerem pesquisadores como Rodrigues (1965) e Migliazza (1982) devido à diversidade de famílias linguísticas pertencentes ao tronco identificadas na região. Ressaltamos ainda que o Estado de Rondônia tem entrado nos últimos tempos no rol de discussões acadêmicas ligadas aos pesquisadores que trabalham com as questões amazônicas, devido a sua diversidade cultural e arqueológica, e que durante décadas permaneceu esquecido enquanto objeto de estudo.Com o advento de grandes construções de engenharia ligadas ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), vimos despontar diversas atividades relacionadas à Arqueologia no Estado de Rondônia. Duas dessas obras estão sendo construídas na cidade de Porto Velho (Usina Hidrelétrica Santo Antônio e Usina Hidrelétrica Jirau), e geraram um acervo arqueológico de grande porte, tendo como contrapartida a construção de uma reserva técnica dentro da Universidade Federal de Rondônia, que será a maior Reserva técnica de arqueologia do Norte do Brasil e será um grande avanço para a arqueologia no estado devido ao crescente número de sítios arqueológicos identificados em Rondônia nos últimos anos, e aos que ainda deverão ser localizados. Dessa forma, acredita-se que haverá condições materiais possíveis para assegurar, com salubridade, a proteção destes bens da União e da Memória Nacional, de forma a promover ainda a continuidade das Pesquisas na região.

Evento: III Semana Acadêmica de Arqueologia

Data: 21 - 26 de Julho de 2014

Local: Universidade Federal de Rondônia - UNIR
Av. Presidente Dutra, 2965 - Centro.
CEP: 76801-974 - Porto Velho/RO.


Acesse abaixo a programação completa



0 comentários :

Postar um comentário