Banner 468 x 60px

 

9 de outubro de 2013

IPHAN-PA sedia palestras sobre arqueologia, comunidade Quilombola e museu comunitário cearense - IPHAN

0 comentários
Patrimônio arqueológico, comunidade Quilombola e Museu Comunitário da Serra do Evaristo, em Baturité, no Ceará, são os próximos temas apresentados no Conversa Pai D’égua: falando sobre patrimônio, projeto realizado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Pará (IPHAN-PA).

A 13ª edição do Ciclo de Palestras, que acontece às 15h do dia 11 de outubro, tem como objetivo divulgar e refletir sobre diversos aspectos das questões mais atuais do Patrimônio Cultural, trazendo especialistas para abordar esses assuntos. Neste encontro, a mestre e historiadora Verônica Pontes Viana falará sobre a experiência realizada no Museu Comunitário da Serra do Evaristo, localizado em Baturité, a 90 km de Fortaleza, no Ceará.

A criação do espaço, inaugurado no final de setembro, atendeu às reivindicações da Comunidade Quilombola da Serra do Evaristo (CE) e atualmente abriga urnas funerárias, machadinhos polidos, entre outros inúmeros vestígios arqueológicos com mais de 700 anos que compõem o acervo. O maior diferencial do museu é a preservação do acervo arqueológico in loco, diferente do que ocorre com vestígios funerários expostos e depositados em museus do Ceará, sem qualquer informação sobre suas procedências.

Saiba mais sobre o Museu Comunitário [aqui].

Ciclo de Palestras 2013 “Conversa Pai D’égua”
O objetivo é divulgar e refletir sobre diversos aspectos das questões mais atuais sobre o tema “Patrimônio Cultural”, trazendo especialistas para abordar esses assuntos. Já foram realizadas doze palestras abordando os temas “Paisagem Cultural e Patrimônio”, “Legislação e Patrimônio Cultural”, “Educação Patrimonial”, “Roteiros Sensoriais Interpretativos Culturais”, “Do Largo das Mercês à Praça Visconde do Rio Branco: um estudo de gestão do patrimônio Histórico em Belém do Pará, 1941-2011”, “De Manaus a Belém: Entendendo o patrimônio cultural amazônico, sua conservação e suas técnicas”, “J. B. Debret – Iconografia de cidades do sul do Brasil”, “Diálogos contemporâneos na arquitetura belenense (1979-2007)”, “A importância da comunicação nas organizações”, “A reconstrução da memória na vila de Lapinha da Serra”; “Propostas de intervenção restaurativa: Capela de Nosso Senhor dos Passos e Igreja de Santo Antônio” e “A valoração como patrimônio cultural do ‘Raio que o parta’: expressão do Modernismo Popular, em Belém/PA”.


As inscrições são gratuitas e podem ser feitas [aqui].

0 comentários :

Postar um comentário