Banner 468 x 60px

 

31 de maio de 2013

Debate Amazônia: O futuro do Tapajós, O Rio mais Belo do Mundo - Dia Mundial do Meio Ambiente

0 comentários
DEBATE AMAZÔNIA: O futuro do Tapajós,O Rio mais Belo do Mundo.
Dia 5 de Junho, Dia Mundial do Meio Ambiente
Das 19h às 22h
Local: Sala Crisantempo, Rua Fidalga 521 - Vila Madalena



A bacia hidrográfica do Rio Tapajós abrange 6% do território nacional e abriga aproximadamente um milhão de pessoas. Dos seus 50 milhões de hectares 22% já estão degradados e 42% se referem a unidades de conservação ou terras indígenas. A degradação pelo avanço da agropecuária é mais acentuada nas cabeceiras dos rios Juruena e Teles-Pires que são os formadores do Rio Tapajós. Para os sistemas aquáticos destaca-se a degradação pela mineração ilegal nas cabeceiras do Rio Jamanxin, tributário do Tapajós, e no baixo Tapajós. É diante deste quadro já preocupante que se insere o avanço do desenvolvimento hidrelétrico na região onde estão previstas a construção de 42 barragens. 

Com este pano de fundo será realizado neste 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, na Sala Crisantempo (SP), de 19h às 22h, o debate do futuro do Tapajós , que reunirá lideranças indígenas Borari, Munduruku, Arapiuns e Tapajó e representantes das ONG  WWF, além do professor Célio Bermann do IEE-USP (Instituto de Energia e Ambiente).

Os objetivos são promover o diálogo sobre os impactos ambientais e sociais e construir uma plataforma de entendimento comum para toda a região. Para isso serão apresentadas análises, vídeos e depoimentos.

Promovido pela Sala Crisantempo em parceria com a Associação de Artes Curativas Himalaia Amazônia Andes (AACHAA) e introduzido pelo Lama Michel Rimpoche, presidente da Fundação Lama Gangchen para Cultura de Paz, o evento vai contribuir para construir uma compreensão sobre a realidade da Amazônia na atualidade e a necessidade de se buscar o entendimento e diálogo para a implementação de um modelo de desenvolvimento sustentável real e inclusivo, com respeito aos povos e culturas locais.

As discussões também serão a base para um documento capaz de representar o genuíno interesse daqueles cuja vida futura depende do exercício pleno de seus direitos de serem ouvidos. 

SERVIÇO:

Debate Amazônia: O futuro do Tapajós o rio mais belo do mundo
Participantes:
Lideranças Indígenas Borari, Munduruku, Arapiuns e Tapajó: Odair José Alves de Sousa – Cacique Dadá, Lucivaldo Oliveira Karo Munduruku, Dinael Cardoso do movimento tapajós vivo  e João Antonio Tapajós Pereira – coordenador do conselho indígena tapajós arapiuns (CITA)-etnia tapajó

Professor Célio Bermann do IEE-USP (Instituto de Energia e Ambiente)

Pedro Bara, líder da Estratégia de Infraestrutura, Iniciativa Amazônia Viva do WWF

Lama Michel Rimpoche, presidente da Fundação Lama Gangchen para Cultura de Paz

Jackson Rêgo – Prof. Dr. Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) – Mediador.

Dia 5 de Junho, Dia Mundial do Meio Ambiente
Das 19h às 22h
Local: Sala Crisantempo, Rua Fidalga 571 - Vila Madalena
100 lugares- sujeito à lotação


Sobre a AACHAA: Associação de artes curativas Himalaia Amazonia Andes, setor de meio ambiente da Fundação Lama Gangchen para Cutura de Paz (FLGCP),  trabalha na região dos Rios Tapajós, Arapiuns e Maró fazendo uma aproximação entre as culturas milenares do Tibet e da floresta Amazônica.

Sobre a FLGCP: Fundação Lama Gangchen para Cutura de Paz, presidida por Lama Michel tem como missão desenvolver projetos de educação para a paz a partir da filosofia do budismo tibetano de forma não religiosa, sem filiação política, levando os métodos de auto aprimoramento para o desenvolvimento social e para o florescimento de uma cultura não-violenta, pacífica.

0 comentários :

Postar um comentário