Banner 468 x 60px

 

12 de fevereiro de 2013

Pesquisa analisa e discute patrimônios culturais de Manaus - G1/AM

0 comentários
Paço Municipal de Manaus.
Foto: Marcos Dantas / G1-AM
Manter o patrimônio cultural de uma cidade aliado ao crescimento das atividades econômicas. Este é o mote da pesquisa de pós-graduação do estudante em Direito Ambiental da Universidade do Amazonas (UEA), Allan Carlos Magalhães. Segundo o autor do trabalho, o estudo buscou estruturar um espaço de discussão e trocas articulando os temas do patrimônio cultural, diversidade cultural e meio ambiente, na perspectiva de uma teoria crítica do Direito. 

“O trabalho de revitalização deve ser tanto de intervenção física quanto de esclarecimento sobre os motivos pelos quais os imóveis são protegidos, ressaltando a importância do patrimônio cultural no resgate da memória e da história da cidade, assim como também como espaço de lazer, manifestações culturais e de reprodução do bem estar em coletividade”, diz o estudante. Para ele, a utilização do Plano Diretor Urbano e Ambiental de Manaus para planejar o espaço urbano é uma alternativa viável. “Pensar no patrimônio cultural a partir do planejamento da cidade possibilita preparar o poder público no reconhecimento de conflitos e oportunidades”. 

A pesquisa traz um mapa que estabelece a delimitação dos espaços tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), concentrando-se nos imóveis localizados nas áreas do entorno do Teatro Amazonas, parte da Rua Leonardo Malcher, Praça Dom Pedro II e Paço Municipal, considerando que esses imóveis, por mais que estejam no próprio traçado urbano, devem ser preservados e aqueles que estejam degradados, tanto pelo tempo quanto pelo mau uso, devam ser revitalizados.

Fonte: G1/AM

0 comentários :

Postar um comentário